Quem arca com os custos do vale-transporte?

O empregador, mas a lei permite o desconto de até 6% (seis por cento) do salário-base do empregado. Dessa forma, o empregado gastará, no máximo, 6% de seu salário com transporte. O vale-transporte, instituído pela lei 7.418 de dezembro de 1985, é um benefício e não é incorporado à remuneração, nem tem natureza salarial.